quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

Mais uma tipica do Zé Povinho...

Não sei se percebo a humanidade... Também não sei se a quero perceber... Por vezes sinto como que uma impotência tremenda pra compreender as entranhas do que nos move; o porque das coisas, o que nos impulsiona... Serão as nossas vontades? Os olhos dos outros? A censura da sociedade? Como psicóloga se calhar devia compreender, mas confesso que por vezes me perco...
Mas também é o que me desafia diariamente... A busca incessante, a conquista do entendimento... Pena que muitas vezes conclua que o que nos move é extrínseco, ou seja sem alma... Custa menos, exige pouco, mas não dá mais... Mais uma tipicamente Portuguesa; viva a lei do menor esforço... Mesmo que para isso percamos o calor da glória, e ganhemos o morno da resignação...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixar um sorriso...

Seguidores