sábado, 14 de setembro de 2013

dentes

Ultimamente perco as noites a olhar para os cozinheiros do Masterchef. Encantam-me os ingredientes espalhados nas mesas, a caixinha mistério de onde saem verdadeiras maravilhas, as cores deliciosas dos alimentos da despensa. Não sou refinada, nadinha, tanto me delicio com um tártaro de salmão como com um bom arroz de cabidela. Só esbarro verdadeiramente com uma concorrente detestável. Um dia destes todos desfizeram um ouriço do mar azul, cheio de espinhos venenosos. Confesso ter esperado ansiosa que espetasse o dedo mindinho num deles e atirasse um gritinho estridente capaz de lhe fazer cair os dentes. Claro que só, jamais desejaria uma consequência mais drástica a uma senhora. Os dentes um a um, devagarinho, parece-me extremamente adequado a uma mulher que diz à boca cheia que é a melhor cozinheira de todos e que me merece ganhar o desafio. Não sabe, possivelmente não merece, certamente até vai perder, e ficaria com uma boca cheinha de nada.

( Nunca devemos engolir demasiada prosápia. Corremos o risco, a sério, de um dia nos caírem os dentes.) 

2 comentários:

  1. Adoro comer ouriços do mar. Atenta como estavas, não te lembras qual era exactamente o prato? Caninos d'Ouriço...?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os pratos eram vários. Cada cozinheiro fazia dele o que bem entendesse, dentro dos ingredientes que tinha à disposição. Houve vários, não me lembro dos nomes... Alguns com um aspecto fantástico... :)

      Eliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores