segunda-feira, 18 de novembro de 2013

gata que é gata, lê o jornal

A senhora que me agarra as compras do tapete está pelos cabelos com tanta gentinha. É Domingo, dia do descanso, mas não há outra coisa que se faça que não ir às compras a um local apinhado de gente? Não me pergunta com a boca, fá-lo com os olhos, é a mesmíssima coisa. Comida de gata, areia de gata, iogurtes naturais, pastilhas da máquina da loiça, aguenta tudo até ao saco do jornal. Não encontra o código de barras, separa um a um, saca de um complemento que não diz coisa nenhuma, eu vou olhando até que vocifero com calma, - olhe, está no principal. Não sei se a ajudei se a atrapalhei, sei que perante a minha humilde observação responde irada que não sabe quem leia um saco de jornais. Sorri para dentro e disse-lhe tranquila, - eu não sou, que não tenho tempo. Mas lá em casa, e como já deve ter percebido, há uma gata desocupada. Tenho de lhe dar que fazer. 

O meu bom humor ainda me salva do mundo de vez em quando, merece um bem haja. Ela trabalha ao Domingo e eu, muitas vezes, também. Estou do lado dela, estarei sempre do lado dela, estou do lado de toda a gente cansada até à altura da inconveniência. Depois disso dou um ar da minha graça e posso até criar gatos que lêem, cães que dançam ou peixes que falam, há de tudo cá em casa. Má educação, é que não.

8 comentários:

  1. CêÉfamiga

    Ler o jornal mesmo num saco é prática que deve ser encomiada e encomendada. Gosto disso, ou não fosse jornalista. Mas os jornaleiros ou ardinas ainda gostavam mais. Hoje nem vê-los, quanto mais parecê-los, não são códigos postais. Porcos a andar de bicicleta ou camelos com o jornal debaixo do braço é que não falta; sobretudo os últimos. (Cf. Paulo Portas, Passos Coelho, Crato, Maria Merkel Luís e outros)

    Qjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cumprimentos Henrique. E que cada um leia o que entenda e lhe tire o proveito...

      Eliminar
  2. Respostas
    1. :) Mãe preocupada, bom ter-te por cá. Abraço para ti também...

      Eliminar
    2. Por cá estou sempre, mesmo que não me acuse :-)

      Eliminar
  3. =) Boa resposta para malta de mau humor! Que absurdo querida irmã, ler um saco de jornais! :PP Cá em casa, agora, só se for mesmo a gata que também leia o jornal, que os outros seres vivos da habitação andam todos demasiado ocupados=) C.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Calma, calma, mana. A habituação à vida cá fora é difícil, mas acontece... :) Se bem que ocupação é coisa que nunca falta, no pós nascimento de um pequeno piolho...

      Beijinhos

      Eliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores