segunda-feira, 18 de julho de 2011

Alterações

Gosto que me apelem devagar, coisa que já nem sei o que é. O apelo da envolta, ou melhor, das envoltas, surge em tropeço, quase como se o mundo se extinguisse já amanha, e a urgência da minha intervenção fosse fulcral para o travão. Já houveram tempos, em que o Ego subia. Hoje, já só me causa cansaço. Engraçadas estas alterações que constato amiúde, perante estas e outras.

2 comentários:

  1. Legal ter lido essa sua postagem. É isso mesmo, ou é o tempo que passa e o acelerar diminui ou deixamos de colocar fogo em roma sempre as 7 da manhã. Hoje, nem me chateio mais, mem me canso, só olho e sorrio.

    um abraço,

    Cozinha dos Vurdóns

    ResponderEliminar
  2. O apelo deve ser como o chegar da Primavera, sereno, e com pés de veludo afastar o Inverno. Afinal de contas, é bom chegar ao Verão já com o coração preparado para o calor.

    ResponderEliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores