segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

...

Tenho uma pontada nas costas do lado esquerdo do corpo. O pescoço dói-me, deve ser do tempo. Tenho uns olhos que vêem letras pequenas apenas quando devidamente enquadrados dentro de umas lentes de uns óculos pretos em massa, comprados há tempos, velhos, a carecer de aumentos de graduação. Não simpatizo com oftalmologistas. Irrita-me colocar aquelas armações disformes enquanto olho para um quadro com figuras pendurado na parede, para depois declamar compassadamente para que lado é que se encontra a abertura, da maior à mais pequena, até à máxima capacidade da minha visão. Tenho por outro lado clarezas mais limpas do que a água que nasce da terra. Se me perguntassem em tempos se quereria estas últimas realidades dando em troca a minha destreza fisica, teria dito que não. Hoje, e se me perguntassem se voltaria atrás, regressando ao que tinha e perdendo o que ganhei, daria exactamente a mesma resposta. Não poderia nunca voltar a viver sem mim. Talvez até seja este um dos motivos, pelo qual o tempo nunca recua.

( A medição dos limites será por centro um dos principais motivos pela aversão ao oftalmologista. Estou-me a borrifar para as estremas do meu corpo, não gosto de as testar, de as demarcar, de as calcular. De resto, não gosto de nada que me quantifique a existência, qualquer coisa muito superior a números, a centímetros, a pesos, e a todos os consequentes refreamentos.)

7 comentários:

  1. MiniPim, que simpatia a sua :) Olhe, obrigada...

    ResponderEliminar
  2. Desculpe a má educação de a tratar por tu. Não foi com intenção nem tão pouco desrespeito. Apenas me saiu ... (escrever sem pensar dá nisto)

    ResponderEliminar
  3. Oh MimiPim, problema algum. Nem reparei em tal coisa e como tal o erro até foi meu, que deveria obviamente ter continuado o registo. Logo, quem pede desculpa sou eu. :)

    ResponderEliminar
  4. Nada disso ... Assim mandam as regras da boa educação, as quais eu não cumpri. De qualquer forma, o lado positivo da questão é ninguém ficar aborrecido ;)

    ResponderEliminar
  5. Portanto, oftalmologicamente o tamanho conta... :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Paulo, preciso que os meus olhos vejam bem, as coisas boas que me acontecem...

      ( Hoje, por exemplo, foi um dia rico em visões boas...)

      Eliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores