sábado, 22 de junho de 2013

chega-te a mim e deixa-te estar


( Greta Garbo e Robert Taylor)

O azul é de um celeste indecifrável na cordilheira dos imaginários que lhe nascem escondidos pelo corpo afora e sem critério, na tenacidade das vontades desenhadas em traços apertados que lhe seguram a pele e a encostam numa parede pintada de branco, fria ao toque de mestre de mãos. Repara no espelho límpido que traduz o quarto inteiro num instante sensível e arrepiado pela circunstância dos abraços, dos tantos abraços, que insistem e insistem no afinco impetuoso do desejo, per se. Nos ouvidos o murmúrio distante do sol e uma melodia de voz quente e rouca que embaraça quem não a souber ouvir. Para tudo é preciso saberes e vontades. Para tudo é preciso falar para quem escuta, e escutar para quem fala. O sol fá-lo num barulho estranho que se percebe enviesado, no chilreio da passarada, no restolho das folhas, nas gentes que respiram vivas, nos fins de tarde. Gosto de fins de tarde. Fins de tarde são horas clandestinas no lusco-fusco amarelado, é tempo estirado na circunstância caprichosa, é noite sem sê-la, é dia que já se foi. Saem da janela para fora só com os olhos que espreitam o crepúsculo que acontece serôdio no maior dia do ano e devoram a claridade mortiça que se ergue por entre as árvores e as casas, os cães e os pássaros, os carros e as pessoas que não sabem que o mundo parou. Não percebo como não percebem, não percebo como no mínimo não abrandam os passos para a câmara lenta de um filme a preto e branco rodado a quatro braços, limpo, perfeito, que corre enquanto a lua, gorda, nasce imponente nos céus, a maior em muitos anos. Voltam para dentro, e ficam deitados, só a lua minguará daqui a nada, coisa de poucas noites. Olham-se de perto, de muito perto e ela pergunta com o barulho dos olhos: - falamos?... - Não, escuta em voz do silêncio, chega-te a mim e deixa-te estar.   

2 comentários:

  1. Respostas
    1. :) Falaram, claro. Para já com o barulho dos olhos e do silêncio. E depois com palavras, no que era preciso dizer...

      ( obrigada... :)

      Eliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores