sábado, 25 de outubro de 2014

colo

Há frases que deveríamos ser obrigados a ler até ao infinito. A copiar todos os dias e a soletrar, letra por letra, sílaba por sílaba, palavra por palavra. Talvez desta forma, lá para os confins do nunca, houvesse uma forma de as aconchegarmos em nós. Ainda assim, desconfio, duvido que tivesse colo para elas. E o meu colo é grande, asseguro-vos, cabe lá uma pessoa inteira.  

2 comentários:

  1. Já as encontrei. E tive precisamente essa vontade: a da cópia, até saber de olhos fechados, até a mão prescindir do comando do cérebro.

    Boa noite.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já as sei de olhos fechados. Mas colo para elas, acho que nunca terei.

      Um bom dia para si.

      Eliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores