quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

ignorância

Hoje há um mundo que olha a resignação do papa mais lúcido que eu já conheci. Há cavalos que invadiram cabeças muito depois de invadirem barrigas, sem  que ninguém desse por isso. Surge-me a questão da pertinência da ignorância, mas morre-me, num ápice, mal olho para mim. 

2 comentários:

Deixar um sorriso...

Seguidores