domingo, 13 de novembro de 2011

Cansaços

Hoje em dia lembro-me muitas vezes de como aprendi a andar de bicicleta. Uma menina, ainda pequena, a quem o pai, muita a contragosto, se viu forçado a oferecer uma, que eu não mantinha o meu bico calado, e pedinchava-a a cada hora do dia. Foi no Natal. Não queria cá rodas de ambos os lados, queria pedalar sozinha, sem qualquer tipo de apoio ou protecção. O meu pai, cuidadoso com a minha integridade física, iniciou então a dedicada empreitada de correr a meu lado, a fim de me segurar o banco, não fosse eu perder o equilíbrio e vergar, pobre criança, que poderia esfolar um joelho. Ou os dois até. Passaram-se tempos e o meu pai corria a meu lado aos fins de semana, mas vá lá saber-se porquê, o equilíbrio não surgia, teimava em não pousar em mim. Já julgava eu, tratar-me de alguma fraca pessoa, uma nódoa, incapaz de se manter de pé em cima de um veículo de duas rodas, que continuava a abanar muito, quando eu lhe assentava o rabo em cima. E eis se não quando, num dia em que o meu pai partiu em caçada, eu resolvi pegar na dita bicicleta, e escondida, rumei até à ladeira mais próxima, uma estrada de terra cravejada de pedras e buracos. E pensei descê-la. E desci-a, claro. E esfolei o joelho, só podia, mas tornei a descer porque era o que eu queria muito. E à segunda e à terceira já não caí. Iniciei o processo sem pedalar, de pernas de banda, apenas para manter o equilíbrio. Ao fim da tarde, de joelho esfolado, já conseguia levar os pés aos pedais, e foi com um sorriso que cheguei a casa, esfolada, é certo, mas feliz. E quando às vezes estou cansada, gosto de relembrar esta história. É minha, foi há muito, e ainda aprendo com ela.

3 comentários:

  1. estou mesmo a imaginar esse filme, tu a pedalar e o pai a correr ao lado...
    C.

    ResponderEliminar
  2. :) Não sei se estás, mas pronto...

    ResponderEliminar
  3. A tua experiencia com a bicicleta é sem duvida aplicavel em tantas outras experiencias na vida. As vezes precisamos de "ir" sozinhos para alcançarmos os nossos obejectivos.
    bj

    ResponderEliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores