sexta-feira, 3 de maio de 2013

tarot

Hoje um taróloga atribuiu-me uma carta muito próspera, aproxima-se uma semana maravilhosa, com frescura e perfume de flores. Um dia destes, ainda me vou conseguir entregar a presciências. Será um descanso merecido, numa atribuição que sempre justifica alegrias ou desgraças, sem que o nosso intento e capacidade sirvam para coisa nenhuma. Nesse dia tudo será uma questão de sorte, azar e destino, nada mais externo, e poderei finalmente deitar-me a dormir a sesta sossegada. É que estou mesmo precisada. 

4 comentários:

  1. Era só mesmo o que nos faltava: fiarmo-nos na inconsciência de um qualquer destino...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha que há por aí muito boa gente a reger vidas ao sabor de coisas do género. A pedir pareceres e a moldar acções, como se valessem verdades absolutas. Um perigo, se levado ao exagero...

      Eliminar
  2. Às vezes acalmam-me esse tipo de previsões :) por força de acreditar torno-as reais :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pela minha parte, não lhes ligo nenhuma. Mas por vezes gostava de acreditar nelas, a sério. Parecem-me por vezes tão maravilhosas... :)

      Eliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores