domingo, 1 de agosto de 2010

Desculpas

Uma desculpa é uma coisa esfarrapada, que normalmente soa a estranho. Quem gosta de as usar, deveria completar um bom treino em casa, sob pena de ser descoberto. O que a mim me transcende, nem será bem a palermice de quem as tenta usar comigo sem arte para o fazer. Mas sim o atestado de burrice que tentam passar-me, ao tentar tão deplorável coisa, com mau uso, diga-se, em vez da frontalidade. Com uma boa desculpa, terei o atestado na mesma, dirão por certo vocês, e bem. Correcto, mas nem dou por isso, e a coisa até talvez funcione, é a magia da ignorância, que é uma realidade, acreditem. Digamos que o ardil não é para todos. Deixemos então para quem pode, sim? Mas hoje é Domingo, e vou até ali relaxar.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixar um sorriso...

Seguidores