terça-feira, 10 de agosto de 2010

Remedeio


Ainda me lembro do fogo na encosta da serra, mesmo ao lado do lar, onde cerca de trinta jovens viviam. É deixar arder, dizia o comandante, numa prudência que na época, revoltou quem estava por perto, que aquela era a casa deles, que nunca tiveram outra. O envolto era agreste, porque o abandono das terras é uma constante, num Pais onde o remedeio soa bem, o que fez com que os acessos à encosta fossem quase impossíveis, dificultando e muito, o trabalho dos Bombeiros. Esta época do ano, em que ardem terras, bens, casas, e por vezes morre gente, tal como ontem, deixa-me sempre apreensiva, eu, que nem me dou bem com catástrofes naturais, que parecem por ora querer invadir-nos sobre diversas formas, todas elas implacáveis, como de resto, sempre são as catástrofes naturais. Talvez seja a impotência que sinto na sua beira, que me atinge, sim, deve ser isso. Pela manhã, oiço que São Pedro do Sul está controlado. Oiço ainda que na Rússia a situação continua devastadora. Regresso de novo à Quinta, e à evacuação dos miúdos, que pernoitaram no quartel dos bombeiros com uns olhos muito abertos, e que me perguntavam, de minuto a minuto, se podiam regressar a casa. Puderam, e ainda bem que sim. Quem de direito, pressionou os proprietários dos terrenos vizinhos a limparem os mesmos, no tal do remedeio, porque afinal ali, existia um Lar. Há muito, mas parece que só naquele dia se viu.
Hoje, no meu local de trabalho, residem cerca de 40 Idosos, muitos deles acamados. As silvas do terreno ao lado, invadem-me o jardim, e colam-se bem coladas, à parede da casa das caldeiras de gasóleo. O apelo aos donos, ainda que sem resultado, já foi feito à muito, e repetidamente. Já dei seguimento aos trâmites legais, que não sou cá de deixar assuntos a meio, mas a resposta continua ausente, e as silvas continuam cá. Que não seja preciso arder, é o que espero.

1 comentário:

  1. Só viajar por esse interior fora e ver os resultados já é triste de se ver, viver um fogo deve ser horrível. E entre a imprevidência e a inconsciência de todos e a irresponsabilidade das autoridades não há solução à vista.

    ResponderEliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores