terça-feira, 10 de julho de 2012

...

O meu filho cresce a cada dia, o que é normal e delicioso. A anormalidade reside na incapacidade das mães crescerem à mesma velocidade. Nós crescemos com eles, mas sempre com uns tempos, consideráveis, de atraso. O meu hoje cresce atá ao alpinismo, o pólo aquático, a exploração. Eu parece que ainda o vejo a brincar com um moinho de areia para o qual deita pazadas cheias, enquanto eu olho deliciada.

4 comentários:

  1. Existe claramente uma disincronia, sim. Mas chegamos lá...

    ResponderEliminar
  2. :) Sei que sim. Devagarinho, provavelmente para saborear :)

    ResponderEliminar
  3. Olá CF!
    É engraçado, mas os pais sempre têm a sensação de que poderiam ter aproveitado mais dos filhos. Acho que essa ‘sensação’ é saudade de dias que simplesmente se foram... E muitas histórias ainda estão por vir. [sorrio]
    Abraços.

    “Para o legítimo sonhador não há sonho frustrado, mas sim sonho em curso” (Jeferson Cardoso)

    Convido para que leia e comente “KUDURO, O CÃO” no http://jefhcardoso.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  4. Jeferson, bem vindo... E será que não deveríamos mesmo??

    ResponderEliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores