segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Imprevisibilidade

A imprevisibilidade da vida é coisa para me deixar agradada. Nem sempre, como será óbvio de concluírem, que o inesperado imprevisto, que nos restringe a contragosto, em nada me agrada, sendo que, ainda para mais, se assume com uma frequência tamanha, nisto e naquilo, aqui e acolá, podendo eu deixar por cá inúmeros exemplos elucidativos, coisa que nem me parece necessária, dado ser facto de conhecimento e sentimento de tudo quanto é gente. Mas temos os outros, que, como em tudo, detemos opostos fortes e declarados na nossa existência, como o amor e o desamor, a alegria e a tristeza, a energia e a inércia, e por aí fora, que a querer continuar, por certo não mais pararia, que o que não falta para aí são sentimentos antagónicos, já experimentados por todos. E os outros imprevistos, os bons que se entenda, podem constituir qualquer coisa de positivo, que por vezes, de onde pouco ou nada esperamos, inesperadamente, pode surgir-nos gente com G maior, sentimentos com um S grande, bem como outros nomes, carregadinhos de carga positiva, vindos de onde menos se espera. E o que menos se espera pode ser uma caminhada no meio do nada, um passeio, um café numa esquina, onde o previsto, era encontrar a gente de sempre, as caras dos dias. Mas onde por obra do acaso, da tal imprevisibilidade, ocorre algo que nos dá qualquer coisa grande. Fico tão satisfeita quando me ocorre o sentimento. Folgaria tê-lo mais vezes.

2 comentários:

  1. Gostei
    Passei aqui lendo o que tem pra ler. E observando o que tem para observar. E Exaltando o que tem de ser Exaltado. Estou lhe desejando um Tempo de Harmonia e de muita Inspiração. Entendo ter um blogue Agradavel, muito bom e Interessante. Eu, também tenho um. Muito Simplório por sinal. E estou lhe Convidando a Visitá-lo e, mais. Se possivel Seguirmos juntos por eles. Estarei Muito Grato esperando por Você lá.
    Abraços de verdade e, fique com DEUS

    ResponderEliminar
  2. :):):) Atrever-me-ia a dizer que a minha vida é feita disso (dos imprevistos, entenda-se - nem sempre bons, nem sempre maus :)) mas, de facto, não é só a minha, é a de todos, só que uns dão mais por isso do que outros :):)
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores