terça-feira, 11 de setembro de 2012

Dia

No dia de hoje apetece-me especialmente enaltecer coisas bonitas. Porque as há, e porque elas me acontecem. Os anos que por mim passam deixam-me especialmente descrente, entregue, por vezes quase submersa, num mundo cheio de coisas más. A essência, a virtualidade, estará algures em potência, perdida em tudo, nascida em pequeníssimas coisas quase invisíveis, escondidas no que ninguém vê. 

( É 11 de Setembro, um dia que mudou o mundo. O mundo não é de facto um local bonito, a não ser em potência. Poderá o nosso próprio sê-lo? Pode, claro que sim. Seguindo a lógica, em potência, temos tudo para que tal aconteça.)

2 comentários:

  1. :):):) o mundo também é muito bonito :):)

    ResponderEliminar
  2. É, Antígona, é... Nós é que por vezes não conseguimos ver...

    ResponderEliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores