terça-feira, 1 de setembro de 2009

Do inverno...


Cheguei. Àquela fase em que o meu corpo teima em despedir-se do verão. Sou das que ama de paixão o inverno, por muitas coisas. Uns raios de sol, por vezes fazem-me falta, e no pico do frio anseio por eles. Mas depois farto-me, saturo. Preciso do ar frio, dos dias de aconchego, das mantas do meu sofá. Da minha lareira, dos meus casacos e cachecóis, dos meus gorros e das minhas luvas. Dos meus chás de menta, dos meus scones com doce. Dos meus figos com nozes, das minhas torradas com mel e manteiga. De chegar à janela pela manha, e deparar-me com chuva, com vento, com ar de inverno. Parece loucura, eu sei. Até porque o sol nos anima, nos dá vida, nos faz sorrir. Mas pertenço ao frio. A minha vertente analítica explica-me o que isto é. Acreditem, faz todo o sentido.

3 comentários:

Deixar um sorriso...

Seguidores