domingo, 20 de setembro de 2009

Estranho...

Estranho, como ás vezes, determinados acontecimentos, acontecem quando têm de acontecer, ou quando nós queríamos que eles acontecessem. Como se de alguma perdida coincidência se tratasse. Quem diz coincidência, diz caminho, percurso. As coisas sucedem-se de forma lógica, e articulada. A MRP, diz que não há coincidências. O meu Professor de Etologia na Faculdade, um lunático, cabeleireiro nos tempos livres, também dizia que os animais não têm instinto. E eu nunca acreditei nele.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixar um sorriso...

Seguidores