domingo, 13 de dezembro de 2009

Nada disso, ok??

No jantar de hoje, fala-se de tudo um pouco e de nada em concreto. Nós, Mulheres, não há quem nos entenda. Nem nós mesmas arrisco dizer. Perguntamos mil vezes a mesma coisa, não porque não saibamos a resposta, mas sim porque a que temos, não é bem a que queríamos. Ou então até pode ser, mas poderá sempre existir outra igualmente valiosa. É a típica indecisão feminina, patente na maioria do mulherio. Maioria, não disse todas. Há excepções, como eu, claro :). E depois ficamos muito admiradas quando eles nos chamam chatas. Nhahaaha, disparate. Não somos nada. Eles é que, não sei porquê, não têm paciência, para estar durante duas horitas consecutivas, a tentar decidir a cor de uma parede. Vá lá entender-se estas limitações (Aqui que ninguém lê, eu entendo. Juro que entendo. Tive quase a fugir, mas o Polvo à Lagareiro estava divinal, e segurou-me o rabo no assento).

1 comentário:

Deixar um sorriso...

Seguidores