terça-feira, 5 de junho de 2012

Amanhã é longe

Agora que vem ai o verão, é altura para relembrar que ainda há quem teime em que o castanho dourado é uma meta, sem a qual não se tem pontinha de charme. É mentira isso, e para além do mais umas pinceladas de pós ajudam a equilibrar as desgraças mais evidentes. Se não vos chegar então sujeitem-se, olhem aqui que giras e giros vão ficar daqui a uns anos.

( Há coisas sobre as quais nunca é demais falar. Pelo menos quando ainda se continua a ver, tal como eu vi no verão passado, miúdas inundadas de óleo para bebé a fritarem ao sol. Passados uns dias de glória volúvel largam a pele, mas nessa altura já devem ter ido à festa x e conquistado o rapaz y, com o vestido de decote v. E daqui a uns anos é uma realidade longínqua que não interessa nada nem vale preocupações, a não ser quando lá se chegar.)

1 comentário:

  1. É coisa que me faz imensa impressão, os exageros com o bronze e a falta de noção dos riscos que correm (mais do que a pele envelhecida)... Há tantos alertas e as pessoas continuam a menosprezar tudo isso em prol de umas semanas tostadas... É que, como bem diz, não há pontinha de charme nisso... até os editoriais e desfiles são, actualmente, cheios de meninas deslavadas... (bem, mas nem 8 nem 80) ;)

    ResponderEliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores