domingo, 3 de junho de 2012

Momentos

A felicidade deveria ser medida e encontrada em instantes e momentos. Avaliação feita por nós, únicos interessados. Esses momentos deveriam chegar por si só sem esperarmos outros iguais ou maiores, ou no mínimo semelhantes. Uma espécie de fins em si mesmos, proclamados por Emanuel Kant em outro contexto não menos valioso.

( Tenho dias em que pego nos pensadores e encontro sempre verdades escondidas que em tempos desdenhei, por me terem sido impingidas. Nada do que me é impingido me faz grande efeito na hora exacta em que deveria fazê-lo. Outras ainda, e muito embora as considere em absoluto, perseguem-me o intelecto mas abandonam-me em emoção. Um equilibro que nunca na vida consegui estabelecer no meu corpo.)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixar um sorriso...

Seguidores