domingo, 17 de junho de 2012

Fora

- Ouves?, pergunta. - Oiço, claro, és tu a falar ao teu ouvido. - Que disparate, eu não falo para mim mesma. - Falas, só que por vezes nem te escutas. Não te apetece e fazes orelhas mocas.- Orelhas mocas? - Sim, orelhas mocas, deixas que as palavras que te traduzem saiam e entrem sem te debruçares, não escutas o sentido. - Hum, e que devo fazer? - Escutares-te!- Escutar-me? E se não gosto? - Escutas na mesma. Ou corres o risco de viver fora de ti.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixar um sorriso...

Seguidores