quarta-feira, 22 de abril de 2009

Por uma questão de sensibilidade...


Questiono-me, por vezes, o que faz determinadas pessoas terem uma sensibilidade au point, enquanto que outras têm uma de rinoceronte... Sim, eu sei que tem tudo a ver com crescimento, personalidades, e inúmeros factores circundantes que nos vêm crescer e nos toldam de uma ou de outra forma; de qualquer forma, penso que há um básico, um ponto de partida, quase uma questão de educação, que determinadas pessoas não conseguem atingir... Perdoem-me a franqueza, mas parece-me que em determinadas situações toca o limiar do ridículo.

Pequenos actores em acção; pais babados a ver; pequenos colegas também; educadoras idem... Surge a auxiliar, de dedo no ar: Fulana, quantos almoçam? E da tua Sala, quantos são... Pronto, eu a minha esquisitice. Perdão, a minha sensibilidade...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixar um sorriso...

Seguidores