quarta-feira, 6 de maio de 2009

Os verdadeiros emocionais...


Caras senhoras cheguei a uma brilhante conclusão... Daquelas que nos vão dar momentos de tranquilidade e sossego, por finalmente percebermos que os mafarricos dos Homens é que são complicados, e nós, lindas donzelas, somos uns amores que por aqui andamos... Há pois é... Ouve-se por ai, que nós somos umas inconstantes, sofremos de tpm, somos caprichosas, não sabemos o que queremos, e somos muito emocionais... Vocês, são uma espécie muito mais controlada, definida, que sabe o que quer, e que age com muito mais coerência. Contesto, mas é que contesto mesmo. Analisando ao microscópio as emoções de ambos os géneros, constato o seguinte:

.1 - Nós, mulheres, sabemos o que queremos;

.2 - Vocês, Homens, não sabem lá muito bem... Estão a morrer de saudades nossas, até chegar um amigo que vos desafia para uma noitada; as saudades desaparecem, e vocês, também, atrás do amigo...

.3 - Nós sofremos de tpm uma vez por mês, certo

.4 - Vocês sofrem de qualquer coisa semelhante todos os dias, embora sem nome definido ( mas aqui entre nós posso sempre chamar de manha, ou sapc - sindroma agudo de preguiça crónica) especialmente se forem solicitados para alguma tarefa. Exemplo: Querido, ajuda-me com a loiça. Resposta pronta, Querida, não posso; tou com uma enxaqueca que não me aguento.

.5 - Somos emocionais, dando azo com facilidade ao apelo do coração

.6 - Vocês são muito mais do que nós, embora o façam mais disfarçadamente, e nos tentem ludibriar dizendo que são racionais. Racionais uma ova. Nós temos definido o que queremos e pronto; vocês, são muito mais fácilmente vencidos por caprichos, vontades momentâneas e outros apelos daqueles que o género masculino tão bem conhece... Em algumas alturas somos uns amores, as melhores do mundo, patati patatá; noutras somos umas melgas do pior, umas chatas de primeira, pelo que, não nos podem aturar...

Perante isto, caras amigas sugiro uma solução drástica; Não permitam em situação alguma que os vossos comparsas se armem em bons, e vos apelidem de fracotas, emocionais, lamechas e por aí fora. Se eles se atreverem a tamanha tropelia, faz o favor de ripostar à altura, com um destes ou qualquer outro argumento, capaz de os deitar por terra num ápice. Era boa era... Mania que são gente...

1 comentário:

Deixar um sorriso...

Seguidores