domingo, 9 de maio de 2010

Diálogos

Hoje, pela manhã...
O Avô passa cá por casa, a fim de deixar uma colecção do Era uma vez o corpo humano, oferecida pela minha querida T. (obrigado T.).
Rebento entra em delírio, ou não fora ele fanático por estas coisas. O Avô, folheia alguns, e apanha o do nascimento. Fica feliz, sorri, e vocifera: Olha, o do nascimento. Vamos ver se encontramos a cegonha.
Rebento olha-o de soslaio, e responde: Oh Avô, que disparate. Não me digas que ainda não sabes que a cegonha não faz parte do processo.

Gente esclarecida, temos por cá.

3 comentários:

Deixar um sorriso...

Seguidores