sexta-feira, 14 de maio de 2010

Estados de espírito, alma, ou o que for, que precisam remédio...

Jogo à bola com o meu filho, tarefa que me cabe, por vicissitudes da vida, e encontro um antigo colega de escola, que faz o mesmo com o dele. Começo por olha-lo de lado, ver-lhe os cabelos brancos, que estranhamente não lhe dão charme, os óculos na ponta do nariz, a barriga proeminente, e o ar cansado. Os olhares acabam por se trocar e a conversa surge, inevitavelmente. Entre o que é feito, e o trivial de se falar nestas situações, não consigo deixar de o analisar, discretamente, e de o achar velho. Nem tanto pelo aspecto, claro, mas por um conjunto de coisas, que me transmitiu. Assusta-me, não por mim, mas por ele, que lá chegou cedo de mais. Não é a primeira, nem será decerto a última vez que tenho este tipo de encontros desconfortáveis. Encontros com gente, na casa dos trinta por fora, mas velha por dentro, com quem estudei, dancei, cometi disparates e bebi cerveja na parte de trás da escola, escondida dos olhares indiscretos, no tempo em que todos tínhamos a mesma idade. Gente que seguiu percursos diferentes, claro, que a vida é isto mesmo, e ainda bem, que ainda não nos tiraram o livre arbítrio. Mas fico com uma sensação amarga de velhice precoce, dispensável, comodista, resignada. Não gosto do sentimento que me deixa, independentemente de em nada me identificar com o estado em questão. Talvez pelo simples facto do estado existir, sim, deve ser isso.
Nos meandros da conversa, descubro que é casado com uma Mulher de nome Lena, que nos entrentantos chega, e se assemelha a ele, pareceu-me. Se calhar, até são felizes, penso para mim.

4 comentários:

  1. Caso para dizer - foram feitos um para o outro :)

    ResponderEliminar
  2. Acontece-me o mesmo e já pensei..."será que nos veem assim também?....na...não quero acreditar nisso."

    ResponderEliminar
  3. Ou então pensam que são. Em todo o caso, parecem-se ser daquelas pessoas que se limitam em cá andar.

    Beijoca!

    ResponderEliminar
  4. Ele há gente que gosta de se adiantar, é só isso :):):) Se formos a ver bem, é gente muito «à frente» :):):)

    ResponderEliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores