domingo, 16 de maio de 2010

Dias

O dia está de um sol estranho que não me aquece. A vida tem um ritmo esquisito, ora por demais rápido, comigo lenta, ou vice versa, dependendo do contexto. Sinto-me um António Variações, versão feminina, dos tempos modernos. Há dias assim.

3 comentários:

  1. Sim, foi um sol presente mas não eficiente. De resto, há dias assim, há que ter a arte de os moldar, para que o contrario não aconteça :)

    ResponderEliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores