quinta-feira, 27 de maio de 2010

Perseguições

Trago de boleia a Dona C., que deixou o carro na oficina a mudar uma qualquer peça que custa 75 euros. A Dona C., é uma Senhora que trabalha de sol a sol e que tem dois filhos, em guarda partilhada com o ex marido. Pelo caminho até ao estaminé, florido de umas flores murchas e sem cor, dada a ausência de sol, explica-me que o mecânico quer que ela vá viver com ele. Mandou até recado, pela Senhora da mercearia. Ela responde que não, que ainda tem a sua dignidade, e o recado foi levado de volta. Pode não ter que comer, mas assim prefere, a partilhar a vida com quem não quer, uma outra vez. Irá pagar os 75 euros, embora ainda não saiba como, mas logo se verá, que isto nesta vida tudo se resolve. Diz-me ainda em confidência, que tem uma paixão platónica, por um Homem lindo de olhos azuis. E que por ele, ia até ao fim do mundo, se é que o fim do mundo é local que exista. Após o caminho, deixo-a entregue à sua tarefa, que inicia logo após bebericar um café e fumar um cigarro.
Entendo-a mais ou menos. Na recusa de partilhar vidas só porque sim, entendo-a na perfeição. Naquela parte de ir atrás de um Homem até ao fim do mundo é que a porca torce o rabo, que isto quando mete Homens, é tramado. Até porque o fim do mundo, é muito longe para se ir atrás de alguém, que não sejamos nós. Digo eu, que sou muito importante para mim, e que me perseguia até à lua, se preciso.
Fico no entanto realmente feliz pela ingenuidade dos quarenta. Quando os fizer, acho que também quero voltar a ser ingénua outra vez, que deve ser bom. Principalmente esta parte, de se julgar que se pode ir atrás de alguém, "só" por paixão, até ao fim do mundo. Se o fim do mundo for local que exista, claro.

4 comentários:

  1. Ir até ao fim do mundo por uns olhos azuis??
    Sorri.
    Olhos azuis que eu sempre disse que não queria e foi o que me calhou na rifa. :)

    ResponderEliminar
  2. Existem olhares daqueles que nos tiram o chão. isso sim. E no final, até esquecemos de reparar de que cor eram... :)

    ResponderEliminar
  3. Assim como somos surpreendidas pela negativa, continuo a "querer" acreditar que também podemos sê-lo pela positiva...a vida para mim é cada vez mais um enigma, e começo a acreditar que ainda bem que é assim..porque se não fosse era sempre igual e sem piada..será?!

    ResponderEliminar
  4. Acho que quem acredita no amor à 1ª vista, e em que ia até ao fim do mundo por uns olhos azuis que não são seus foi sempre, continua a ser e será uma romântica. Nada a ver com a realidade. Belo post, by the way.

    ResponderEliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores