quarta-feira, 2 de junho de 2010

Lagarto

Tenho um lagarto verde na soleira da porta. Cabeça empinada, corre que se farta, e tenho para mim, que o objectivo da vida dele, é assustar-me sempre que passo. Conseguido, e de que maneira. Já em tempos de Casa Pia, tinha um, residente permanente na oliveira bem ao lado do meu gabinete. Já era da família, claro. Este ainda não tem estatuto, porque corre demais e isso não me agrada nada.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixar um sorriso...

Seguidores