domingo, 6 de junho de 2010

Raridades

Hoje num espectáculo vejo um casal já de cinquenta de mão dada. Não sei se é um casal recente, ou se seria um casal antigo, mas a cumplicidade era contagiante. Nada de exageros, apenas mão na mão, sorrisos, olhares. Se há coisa que me fascina é a cumplicidade. Talvez por sentir ser um mérito raro.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixar um sorriso...

Seguidores