segunda-feira, 22 de junho de 2009

Em Portugal come-se bem...


Sim, come-se e muito... E então aqui por uma casa, perdida não sei onde, habitada por dois Senhores de meia idade e um cão. A Senhora, dá para o guloso, o Senhor, atira para o comilão, e o danado do cão juntou os dois no corpinho bolachudo de um bicho minorca. Não se pode... Mas é que não se pode mesmo. Anda para aqui uma pessoa a trabalhar uma semana inteirinha, para depois, numa meia dúzia de idas à referida casa, estragar tudo o que anda esfalfadamente a tentar fazer. Isto não se admite... Rica filha, tens aí queijo de cabra ( e eu que nem gosto nada...); olha bolinhos ferradura que o pai comprou na praça; queres um capuchinno com um bolinho? Tenho pão alentejano com manteiga e café da avó; vou assar um chouricinho; e por aí fora... O temível cenário piora consideravelmente, quando a caçula povoa o habitáculo. Ai é ver por todo o lado comidas e comidinhas, petiscos e acepipes, carnes assim, peixes assado, e por aí fora, que nem sei bem onde acaba. Ao ponto de não caber uma agulha no frigorífico, e das refeições se colarem umas ás outras, como se naquele espaço minado por gente gulosa, não se fizesse mais nada senão comer ... Isto é demais para a minha pessoinha. É, é... É que não sou de ferro, e se há dias em que a minha resistência se pode pôr à prova, outros há, em que basta acenarem-me com uma simples bolacha Maria, que é ver-me correr e saltar alegremente para a abocanhar e comer de um só trago. Sim, isso mesmo; assim, tipo cão... Hoje, segunda feira, inicio da semana, um dia do piorzinho que possam imaginar, resistência abaixo de zero, e um apelo irresistível... A mãe fez favas, antes de ir trabalhar. Diz para vires cá buscar...
Sim sim, pois pois, cara CF, busca as favas, e devoras assim, desesperadamente, como se não houvesse amanha... Não te preocupes, que não há qualquer tipo de problema. Daqui a um bocadinho, quando não conseguires andar, rebolas... Boa????

1 comentário:

  1. Ai meu Deus! Isso é a desgraça de qualquer dieta! E há poucas coisas que dêm tanto prazer como comer bem! E só algumas pessoas, poucas já, sabem o que isso é!
    Quem tem uma mãe tem tudo, até uns quilos a mais. Se houver pai a compor o ramalhete, pior um pouco... não há como resistir...pão alentejano?! chouriços?! queijo de cabra?! Mas quem é que resiste a isso?!

    ResponderEliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores