sábado, 20 de junho de 2009

O silêncio... Será que é de ouro??


O silêncio é um tramado de um raio. Pode ter inúmeras interpretações, e ficamos sempre sem saber o que o outro pensa na realidade. Eu, que sou do diálogo, do dizer-se o que se pensa e o que se sente, tenho alguma dificuldade em lidar com o silêncio do outro. Há quem o ache de ouro... Eu, pela parte que me toca, considero-o extremamente traiçoeiro, e raramente, muito raramente, o acho valioso... Mascara emoções, sentimentos, daqueles que muitas vezes bastava uma palavra para denunciar. Por uma questão de principio, respeito silêncios, como de resto, respeito espaços, sentimentos, vontades... De qualquer forma, causa-me algum desconforto... Salvo as devidas excepções, um olhar silencioso pode significar mil coisas... E se há alturas em que leio sentimentos bons, outras existem em que não leio nada, ou muito pouco. Incomoda-me esta inacessibilidade... Penso ser necessário um estadio muito pleno numa relação para o silêncio bastar por si só... E mesmo aí, existem palavras sempre boas de se ouvir...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixar um sorriso...

Seguidores