terça-feira, 16 de junho de 2009

A P... da ditadura

Hoje, na chegada ao meu local de trabalho, sou abalroada por um Senhor, daqueles antigos magnatas, que se julga dono do mundo. Prepotente, arrogante, daquelas pessoas que podem ter toda a razão do mundo, mas que a perdem, mal abrem a boca. Realmente à poderes que determinadas personalidades não deveriam ter. Este digno Senhor, que ocupava funções distintas, numa colónia em África, ousa julgar que o mundo é dele. Reza a sua história de vida, que era dos Homens mais autoritários que Deus ao mundo deitou, característica essa aguçada pelos lugares de poder a que chegou. Tenho de facto um agradecimento a fazer a esse mesmo Deus, por só mo ter colocado no caminho agora, que já se encontra diminuído pela doença, e pela idade; é que a tolerância que reservo a este tipo de pessoa, é muito, mas muito próxima do nulo...
Mas por que raio, existe esta necessidade tão vincada em algumas pessoas de controlar tudo e todos? Mas porque é que o poder aguça características inatas a algumas pessoas, e as transforma em Hitleres, Salazares, Pinoches, ou Estalines, e as faz julgar que podem manipular massas??? Eu cá, muito da boa paz, tenho um asco terrível a esta gentinha ( Sim, gentinha, que acha que é gentona. Taditos, é a perspectiva). Perdem a razão, atingem o ridículo ( como sempre se atinge, quando se toca o exagero), e o que possam ter de bom diluísse, na tamanha besteira que encarnam, e pela qual regem a sua vidinha medíocre, que fica conhecida por força da ditadura negativa, manipuladora, assassina, e exterminadora.
Agora percebo, porque é que em criança, quando ia com a minha avó a uma feira, só queria que ela me comprasse um mata moscas. Não, não eram instintos assassinos, em estádio primário de desenvolvimento ( cheguei em tempos de auto análise a considerar veementemente esta hipótese), mas sim o meu instinto apurado de defesa, que já imaginava que esta sociedade está minada de parasitas, que é urgente disseminar ( cá para mim, e só aqui que ninguém nos ouve, anda por aí alguém a tentar armar-se em ditadorzito; e olhem que eu cá não sou de intrigas... Acho que o meu mata moscas está danadito para entrar em acção)...

3 comentários:

  1. Essas pessoas são assim porque em certa altura das suas vidas faltou-lhes quem lhes pregasse um valente pontapé na fruta. De quando em vez cruzo-me com personagens assim, e o truque é nunca nos rebaixarmos. Sim, porque não há salário ou emprego que diga que tenho de aturar gente mal educada.

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  2. Essa da fruta tem tudo a ver com o teu post de hoje :)

    ResponderEliminar
  3. eh pá também tenho desses espécimes por aqui! horriveis

    ResponderEliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores