sábado, 6 de junho de 2009

Manias de Psicóloga...


E há dias em que nos emerge uma sensação de impotência do caneco, que irrita, enerva, e quase nos tira do sério... Como se na nossa vida, o percurso e o caminho, dependesse mais dos outros do que de nós, das nossas vontades e ambições... E é nestes dias que me apetecia ter um qualquer dom de omnipotência, capaz de mudar, decidir, e monopolizar vontades alheias... Mas logo percebo que é esta incapacidade de mudar mentalidades, que nos faz viver, e seguir em frente com sofreguidão, emoção, e sem sentimentos de monotonia, de certezas dadas, de caminhos feitos... Também eu não quereria ter alguém que decidisse por mim, me escolhesse o percurso, me toldasse ideias... Gosto de conhecer, assimilar, escolher à minha vontade... E de seguir para a frente, para o lado, ou para onde me aprouver... Concluo então, que mesmo nestes dias em que a minha vontade expressa seria moldar opiniões e vontades, nunca esse será o melhor caminho, se isso impedir alguém de analisar, viver, e escolher... O que for melhor para si, o que mais lhe apetecer o que mais o fizer feliz... E concluo também que esta vida é feita por nós e pelas nossas escolhas, e pelas escolhas dos outros, que tantas e tantas vezes influenciam as nossas... Porque o nosso caminho é nosso, sem dúvida, mas não só... Nós somos nós e as nossas circunstâncias...

Não sei se perceberam, mas isto é tipo uma consulta a mim própria; pois muitas vezes percorro o meu caminho, com dúvidas se será o certo, e me pergunto o porquê de o ter escolhido, se foge tanto ao meu controlo, se me deixa tão impotente...
Sim, também me analiso a mim mesma... Manias de Psicóloga... Fosse eu advogada e seria decerto mais prática. Faria o que está escrito e pronto... Fica para a próxima...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixar um sorriso...

Seguidores