terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Crise

Fui ver aquele filme dos esquilos, mas não me lembro o nome. Alvin, qualquer coisa. Havia tanta gente, que uma hora antes dos filme, já só consegui bilhetes com duas filas de intervalo. O puto tá crescido, e o único problema foi o acesso vedado às pipocas que ficaram com ele. Mas assim dormi sossegada, por isso não me perguntem pela história, pelo menos ali nas partes do meio. Por engano ao entrar na sala, erramos o número e demos de caras com o Gato das Botas. Também à cunha. Depois disso demos uma pequena volta. Não podia ser grande, que não cabíamos nas lojas. Quase não cabíamos nos corredores. Entramos numa quase briga, para estacionar num lugar que mais vinte queriam. Eu sei que há crise. Sei, que não é coisa da cabeça de toda a gente. Mas honestamente, por vezes, acho que o País se queixa de mais. Podíamos sei lá, vivê-la, cada um à sua forma, mas sem tanto alarido. Assim soa a falso. Seremos nós isso? Gostaremos assim tanto do queixume, real ou de embalo?

2 comentários:

  1. FELIZ NATAL
    FELIZ NASCIMENTO,
    FELIZ CAMINHO,
    LACHO DROM,
    LACHO KRECHUNO .

    Cozinha dos Vurdóns

    ResponderEliminar
  2. Não é Alvim e os Esquilos? Os miúdos lá da minha sala gostaram muito :) Somos do tipo queixosos, sim, mas também é possível que andemos a precisar de esquecer a realidade e aproveitamos esta quadra para isso :):)
    Ligo antes de sábado :) Beijos

    ResponderEliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores