quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Sonhos

Apanho numa série banal, um cozinheiro que quase foi psiquiatra. Ainda não desisti da ideia de fazer essa troca. Trocar mentes complexas por tachos e panelas, pratinhos gourmet feitos de caviar, foie gras, ou até banalidades como beterrabas, courgettes, carnes de novilho ou bacalhau e azeite, é talvez um dos sonhos da minha vida. Profissionalmente falando, claro. Iguarias puras, limpas, tesouros que me chegam às mãos ainda virgens, prontos para que eu os trabalhe e os transforme em pratos deliciosos. Um paraíso.

2 comentários:

Deixar um sorriso...

Seguidores