sábado, 16 de janeiro de 2010

Coisas...

Ontem, numa fugida à socapa, esbarro nos saldos. Outra vez, pronto. A minha mãe diz, e eu assino em baixo, que me faz sempre falta qualquer coisa. E engraçado que nestas coisas das futilidades, o que mais falta me faz, é sempre, invariavelmente, o que mais tenho. Ou seja, casacos, lenços, malas e sapatos. Uma situação antagónica, diria eu.

1 comentário:

Deixar um sorriso...

Seguidores