sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Rasteiras

- Mãããeee, hoje fiz como tu me ensinas-te.
- Foi querido? Então?
- A M. queria magoar o G., e eu não lhe bati. Tu dizes que não se bate ás meninas. Então preguei-lhe uma rasteira, e ela caiu no chão...

Tenho para mim, que preciso de melhorar qualquer coisa, na arte de transmitir ensinamentos...

4 comentários:

  1. Alguém escreveu algures, mais ou menos isto - se não pode ultrapassar o obstáculo, contorne-o.
    Esse menino vai longe. Vai, vai. :):)

    ResponderEliminar
  2. E sobretudo, exemplos. Nem imagina a perspicácia das crianças.
    Olhe! Nem mais. Estou-me mesmo agora a lembrar do que disse o Joãozinho depois de ter espretitado os pais na marmelada:
    Se a mim me levaram ao Psicólogo por xupar no dedo, a mamã tem de ser internada.

    ResponderEliminar
  3. na verdade, escreve-se 'ensinaste'

    ResponderEliminar
  4. Muito obrigado anónimo. De palmatória este...

    ResponderEliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores