segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Momentos

E quando narcísicamente, julgo que o momento alto do dia, me pertenceu a mim, e à minha lâmpada, eis que surge o Laurent e a sua gravata, o que de imediato me levou a concluir, pronto, já foste. Falando agora muito a sério, porque o assunto assim o exige, e reportando-me a verdadeiras mestrias, venho realçar o Filipe, que me trouxe de volta um saudoso Kurt Cobain, com Lithium, uma das minhas favoritas. Faz parte da lista daquelas, que ouvia sem parar, na parte de trás da escola, a cada intervalo. Boa Filipe. Muito mesmo. Mas como não sou nada tendenciosa, e como considero a Diana quase tão boa como o Filipe, venho aqui reforçar o pedido do Boucherie. Os dois para Londres é que era. Não me lembro de uma final dos Ídolos com tanta competência junta.

Pela negativa, o facto de não ter sido desta, que vi os olhos do Abrunhosa. Com o aparato podia ter deixado cair os óculos. Não sei, digo eu.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixar um sorriso...

Seguidores