sexta-feira, 30 de abril de 2010

Gravidade

Pela manhã, as minhas mãos nunca me chegam. Necessitaria de ser um polvo, ou algo do género, a fim de dar vencimento a tudo o que necessito de acartar ao lombo.
- Aiiiiiii filho, a mãe hoje deixa cair tudo para o chão, credo... Vocifero, bem na entrada da escola, ao deixar cair o telemóvel, logo após ter deixado cair um papel.
- Hum, diz pensativo. Isso se calhar é por causa da lei da gravidade.

O petiz tem a sua razão, pondo de parte, claro, a minha falta de jeito. Há leis que deveriam ser banidas, assim, como quem não quer a coisa.

3 comentários:

  1. Isto sem falar da "gravidade" de deixar cair o telemóvel. Até se podia partir, não era? eheheh

    ResponderEliminar
  2. Era realmente grave lixar o dito.

    ResponderEliminar
  3. Uma que poderia ir para o "galheiro" era a lei de Murphy...que funciona sempre comigo a maldita!
    :)

    ResponderEliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores