sexta-feira, 17 de junho de 2011

...

Gosto, com um amor sério e apaixonado (?), de mentes abertas. Em azares dos que todos temos, tropeço nas outras, pelo que careço de constantes desvios. Em retrospectiva percebo porém, que tenho muitas ao alcance. Daquelas que, tal como eu, procuram alargar a cada dia. Fico tão feliz por isso.

2 comentários:

  1. Sabes, com certeza e eu sei que sim, que as mentes abertas sofrem sempre mais um bocadinho do que as outras. Podia ser ao contrário...se calhar até fazia sentido que fosse. Mas não é e eu penso que talvez seja porque quanto mais abertas maior o raio de visão... :):)
    Beijos

    ResponderEliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores