terça-feira, 14 de junho de 2011

Limites

O limite é uma coisa fantástica, ao qual, por vezes, nem reconhecemos predicado. Carecemos dele no crescimento. Carecemos dele vida a fora, embora, por vezes, sinta-mos que a envolta nos julga ilimitados.

1 comentário:

Deixar um sorriso...

Seguidores