segunda-feira, 16 de abril de 2012

Interesses e Facebook

O café da manhã, que não é o da RFM, mas sim o meu, toma-se normalmente no mesmo sítio. Fica ali mesmo ao lado do Banco, do quiosque da Dona Rosa, de um sítio onde o meu carro fica sempre estacionado, quase parece que o lugar me pertence. Não pertence, eu sei, mas é quase como se pertencesse, de tantas as vezes que o ocupo, tal e qual ele fosse meu. Nas mesas onde se sentam as mulheres que têm tempo, conversa-se muitas coisas de extremo interesse, às quais deito um ouvido curioso, preciso de distrair a mente da noite que se mostrou turbulenta. Numa delas oiço uma critica comum, gira por sinal, Os homens pensam que nos compram com carros e casas. Postam isto tudo no facebook, e ficam assim à espera. A mim não me compram eles. 

( Gosto muito destas visões. Acho-as mais ou menos parecidas com, e no lado totalmente oposto, as fotos que  lá encontro de senhoras em biquíni, ou de cara meio para o lado e com uma expressão muito sexy. Ou ainda com decotes verdadeiramente generosos, saias inexistentes, ou pijaminhas marotos,  legendadas com frases do género, Domingo na praia. Ou então, Euzinha, no sofá da minha casa, deitadinha ao lado do gato Tareco. E acho de particular interesse todo este palavreado terminado em inha, completamente contrastante com a imponência das grandes casas, dos grandes carros e dos grandes ombros. Afinal vai-se a ver e isto complementa-se tudo. )

1 comentário:

  1. E quantas dessas "publicidades" deverão ser enganosas, eh eh ...

    ResponderEliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores