sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Foi hoje...


Hoje a minha écharpe pousou em mim. Aconchega-me, assim, de mansinho. Tinha tantas saudades dela. Sinto também outros confortos. A simpatia faz milagres em mim. O sorriso, um ar delicado e meigo. Pena que nem sempre surge. Pena que muito de quem me rodeia, insista no ar de enfado, carrancudo e deplorável. Lembro-me de imediato da minha querida Helena Marujo, que fala do Riso e da atitude positiva como ninguém. Ela própria de uma alegria contagiante. Que nos faz sorrir de imediato. Um dos meus sonhos, é que quem esteja na minha companhia, se sinta assim. Como eu me sinto ao pé de algumas pessoas. Por nada de concreto. Pela postura, pela simplicidade, pela simpatia. Ainda não estou lá. Digamos que vou a meio do caminho. Nessa e em tantas outras coisas. Bom dia.

1 comentário:

Deixar um sorriso...

Seguidores