sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Livro de cabeceira...


Li de novo o Grande Do Amor e Outros Demónios, de Gabriel García Márquez. Não é dos mais conhecidos. Não foi o que lhe valeu o Prémio Nobel. Mas tem uma crueza de palavras, num estilo puro de literatura que me fascina. Terminei agorinha, e estou prestes a reler qualquer um outro do mesmo autor. Dizem-me por aí que é chato. Eu digo por aqui que é fantástico. A perspectiva, again...

3 comentários:

  1. Humm, boa dica. Perece-me bem. E como está o tempo em Porto Covo?

    ResponderEliminar
  2. Não sei quem possa dizer que Gabriel Garcis Marques é chato!!!

    ResponderEliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores