quarta-feira, 14 de julho de 2010

...

A desilusão trata um sentimento atroz. Porque surge quando algo esperamos e algo não vem. Porque no nosso Eu mais recôndito, tentamos arrumar o porquê de não ter vindo, e não raramente encontramos razões centradas em nós, porque poderemos ser nós a falha, e a reacção o cansaço. Deveríamos ser mais brandos connosco, tenho para mim, e eu incluída. Que na curva do tempo, que pode ser longa, mas chega, percebo quase sempre o porquê de me ter desiludido. Não é por culpa minha, nem sequer por culpa do outro. É por culpa da ignorância que espera de mais, do pouco que há para dar. Um dia aprendo, que estou quase lá. Ou então não, que talvez seja a ilusão o móbil da vida, e na sua perca, tudo se perca atrás.

1 comentário:

  1. Sim!... a ilusão é o móbil da vida, e na sua perca, tudo se perde atrás. Nem mais!

    ResponderEliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores