quinta-feira, 15 de julho de 2010

Da educação

"Um empregado paquistanês devolveu cerca de 39 mil euros (50 mil dólares) que terão sido esquecidos num hotel por um hóspede.
Essa Khan, de 51 anos, terá encontrado o montante em dinheiro vivo no quarto de um trabalhador japonês, no Serena Hotel em Gilgit, na província de Punjab, no Paquistão.
Tendo como base as ideias de “dever” e “educação familiar”, o empregado - que apenas ganha uma média de 314 euros mensais - defendeu que “os tempos são difíceis para todos”. O empregado salientou ainda que “isso não significa que deveríamos começar a roubar e tomar coisas que não nos pertencem.”
Kahn já recebeu, entretanto, um prémio pelo governo como forma de prestigiar a sua honestidade. O autor do gesto filantropo já sublinhou que pretende desta forma ajudar a erguer a imagem do Paquistão: “Eu quero que as pessoas ao redor do mundo saibam que há muita gente boa no Paquistão – não são todos terroristas aqui”."
Jornal I

Porque é bom saber que ainda há gente assim.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixar um sorriso...

Seguidores