quarta-feira, 21 de julho de 2010

Nada ou pouco a dizer

"Alguns dos mais importantes nomes da cultura portuguesa estão a tomar posição contra a rejeição, na semana passada, de uma proposta que previa a atribuição do nome do escritor José Saramago, recentemente falecido, a uma rua da cidade do Porto. A homenagem ao único Prémio Nobel da Literatura de língua por- tuguesa, sugerida pelo vereador da CDU, Rui Sá, foi inviabilizada pelos votos da maioria PSD/PP na Câmara do Porto, mas, para além de algumas tomadas de posição individuais, existem já pelo menos dois documentos reclamando a reavaliação da proposta.", No Público Online

Nem tenho muito a dizer. Para quê prestar homenagens aos grandes que temos? Oh, perdão. Outra ideologia, tira-lhe grandeza. Deve ser isso, que para ser grande por cá são precisos requisitos, nada relacionados com capacidades intrínsecas, muito relacionados com sectários. Compreendo.

2 comentários:

  1. Nem sei se ria ou chore!
    É o que temos neste País, que duvido algum dia tenha sido grande, pelo menos de metalidades!! Salavam-se alguns que se "atreveram" e "atrevem" a "furar" este cinzentismo! Ficarão eles para sempre na nossa memória, como grandes homens e mulheres, e sendo a voz de todos os anónimos que têm a ousadia de ter ideologias próprias longe da massificação.

    Aiiii, é melhor ficar por aqui e ir aproveitar os ultimos "cartuchos" destas férias CF...ok...ok...eu dou um mergulho por ti!!!
    ;)

    ResponderEliminar
  2. Se até os que são convidados a formar governo são capazes de censura, nas câmaras municipais é melhor nem falar...

    ResponderEliminar

Deixar um sorriso...

Seguidores