segunda-feira, 19 de julho de 2010

Dias

Há dias estranhos, em que nem devíamos sair de casa. Ou melhor, estranhos ao ponto de nem em casa devermos ter estado. Há dias estranhos, portanto. Apenas e só.

1 comentário:

Deixar um sorriso...

Seguidores