quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Se não eu, quem???


Conseguem surpreender-me algumas pessoas que até julgo sensatas, ainda se deixarem levar pelas primeiras impressões. Por uma ou outra atitude, que parece valer milhões, como se as personalidades se analisassem assim. Como se as pessoas pudessem ser elevados a muito boas, num ápice, só porque ajudaram a velhinha a atravessar a estrada.
Não sou mesmo nada assim. Não dou pessoas por menos boas à partida, só com base em opiniões alheias; mas também não me iludo com pequenos nadas que podem esconder tanta coisa.

Pronto, há quem diga que exagero. Pode ser. Mas não me importo. Chamo-lhe protecção. E se eu não me proteger, quem o fará?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixar um sorriso...

Seguidores