segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Orgulho

Existem pessoas na minha volta que me fazem sentir orgulho. Uma presunção, orgulho é coisa para se sentir de nós próprios e dos nossos ganhos, e mesmo assim com o devido respeito pela limitação que nos cerca a existência. Mas tenho dias assim, em que sinto coisas que não devo, sentimentos que não são meus, apropriações alheias de realidades valiosas. Não são minhas, mas fazem parte da minha vida, logo, e na medida do razoável, pertencem-me. Uma coisa totalmente descabida, bem sei. E por isso hoje estou muito orgulhosa. Crescer não deve ser fácil, embora eu já me tenha esquecido em parte considerável. Crescer com sentido humano brota por certo de dentro do peito, com ferocidade e tenacidade, ou então já se teria perdido. E não perdeu, porque a cada dia mais se encontra. E o meu orgulho hoje não me cabe dentro, transborda, destila, salta de mim.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixar um sorriso...

Seguidores